quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Ano Novo...

Bom Ano Novo minha gente!
...que seja melhor para todos nós, e' o que desejo!
Fui!!! :D

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

NataL 2011

Foi um bom NataL ... Com algumas (mas agradáveis) surpresas que não esperava! :)
Agora que venha a Passagem do Ano!... Lisabon...ouh ari êh! =p


terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Há amores assim...


'...Há amores assim, que nunca têm início, muito menos têm fim... Na esquina de uma rua ou num banco de jardim, quando menos esperamos... Há amores assim...'

Sou fã do seu jeito... (:

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

=D


'I know who I want to take me home...' ;)


'Inspiração dos meus sonhos, não quero acordar
Quero ficar só contigo não vou poder voar
Pra que parar pra refletir se meu reflexo é você
Aprendendo uma só vida, compartilhando prazer...

...

...o tempo pára quando eu tô do seu lado
A noite chega, eu fecho os olhos e é você quem vejo
Como eu queria estar contigo, eu paro e faço um desejo...'



Tem dias que me apetece 'gritar' ao Mundo o quanto te gosto! E gosto muito! :)
Bonitos 6 meses prai...?! (:

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Entrega!


"Um grande amor nunca se faz sem entrega, e se não há entrega, então é porque não há amor. É como quem ama a vida; nunca tem medo de se entregar a ela, mesmo que isso lhe custe a sua própria existência. Quem tem medo da vida e da vontade, acaba por não viver. Eu só sei amar assim, com as mãos estendidas e o coração sem defesas. Chamem-me romântica. Eu acho que sou apenas lúcida. Se não viver assim, com o coração fora do peito, embalada por um sonho que me aquece o corpo e o espírito nas noites de mais um Outono morno e luminoso, sei que a tristeza pode tomar conta da minha vida e a seguir à tristeza ou vem a indiferença ou a loucura, que afinal podem ser e tantas vezes são a mesma coisa."
Margarida Rebelo Pinto

Sou fã do seu jeito...
Fazes-me tão bem!!! =D

sábado, 3 de dezembro de 2011

FeliZ!***


Se ha' coisa que tenho tido são bons momentos, sempre... O ''às vezes'' (pelo menos por enquanto) não existe! ;)

Se o que é bom acaba rápido eu espero que isto demore.

Adoro-te.
Só isso.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Mi gusta!

O que de melhor apareceu... ;)

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Fronteira 2011

Foi simplesmente fantástico!
Para o ano, eu la' outra vez, sem dúvida! :)

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

TT - Fronteira 2011


...E la' vamos nós apoiar o Team Terrano SSA! ;)
Hasta! :)

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

'Valentine'.. :D

'E engraçado como tudo acontece, quando paramos de esperar! ;)

'...cause in your company, I feel happy, oh so happy and complete...' :)

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Hoje e' para ti!!! ;)

Hoje dedico o meu post a ti... Parabéns!!! :D
[Gracias plos 'ultimos meses contigo!*** :)]

Parabéns também 'a prima Carolina!

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Sexta feira!

Ooobbbaaaaa!!! ;)

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Quando...


'Quando me chamou, eu vim
Quando dei por mim, tava aqui
Quando lhe achei, me perdi
Quando eu vi você, me apaixonei...'

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Star***


But now I'm high...
Running wild among all the stars above!
:)

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

FeliZ*

'O amanhã não me dá medo, porque vi ontem o que me encanta hoje!'



Mimada ate' mais não! :p


sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Happy***


'We touch, I feel a rush
We clutch, it isn't much
But it's enough to make me wonder what's in star for us
It's lust, it's torturous...'

I'm a space bound rocket ship and your heart's the moon!! =)


Os olhos falam por mim, quase nem precisava escrever mais nada! :p

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

:D


Ando assim!!! (:
Ando e gosto! ;)
I know who I want to take me home... ;)
[Foto: cara de tótós!]

domingo, 9 de outubro de 2011

;) vs :(


Sorrir é fácil e ser feliz vem sendo hábito... ;)
So it goes... (:

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Feliz por sorrir! :)


'You're the one that I want.
The one that I want...
...are what I need.
Oh, yes indeed.' ;)

'As vezes pensava que príncipes ja' não existiam, mas penso que ainda ha' por ai, um ou outro!
'E tão bom voltar a sorrir com aquela vontade de que ja' tinha saudades de sorrir! :P
Ha' que aproveitar todos os pedacinhos! :)

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

So it goes... ;D


Assim sim! ;)
So it goes...


sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Mais um...


Mais um mês que passou!...

''Everyone's got their chains to break
Holding you
Were you born to resist...
...
Is someone getting the best
The best, the best, the best of you?''


[Música de hoje: Foo Fighters - Best of you]

domingo, 25 de setembro de 2011

:)


Tenho ate' medo de dizer que estou indo bem... :)
'...deixar passar o tempo devagarinho e fazer figas para dar certo. E eu adoro fazer figas.'

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Figueira*


‘’Não fiz o melhor, mas fiz tudo para que o melhor fosse feito. Não sou o que deveria ser, mas não sou o que era antes.”
[Martin Luther King]

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Chegar...

É mil vezes melhor chegar por último e tentar , do que parar e dizer que não deu.


'Never give up' é o lema! :)

Tentar, tentarei sempre!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Katie Melua!


'Sometimes I believe in fate,
But the chances we create,
Always seem to ring more true.
You took a chance on loving me,
I took a chance on loving you.'
Maybe?!
Farei por isso! :)

Render...

'Mas o Amor é mesmo assim
Nada podemos fazer
Só nos resta render...'
;)


[Ornatos Violeta - A pensar que um dia te amei]


Ja' ha' uns dias que não ouvia isto! Gosto porque sim! :)

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

O tempo...

"O tempo tem uma medida estranha quando os momentos são importantes e especiais. Tudo podia ter sido diferente, se o tempo ou lugar fossem outros. São os fragmentos, juntos, que fazem as grandes histórias, os grandes sentimentos. É como se te conhecesse desde sempre. Ouço a tua voz e chego à tua alma. Ensinaste-me a entender-te e aprendi a saber o teu ser. A tua maneira. Aprendi-te.Mas já nos conhecíamos. Agora que nos aprendemos, tivemos apenas de nos apresentar. O resto já sabíamos. Já entendíamos tudo.Lançou-nos a rede, onde te encontro sempre, onde te quero ver, onde quero que estejas.O que vivemos em tão pouco tempo, o que conhecemos e aprendemos um com o outro, não foi só para que sofrêssemos que a nossa rede nasceu. É o suporte do que construímos, e que o tempo torna cada vez mais sólido.Vou sentir a falta de poder existir no teu tempo de outra maneira. Sei porém que o destino não nos vai privar um do outro, nem de tudo o que construímos com a maior cautela e risco.Quero estar lá quando te apetecer chorar e não souberes porquê. Quando algo correr mal e precisares de te apoiar um segundo, a correr. Quando não souberes o que fazer. Quando te sentires sozinho, mesmo no meio de gente. Quero que contes comigo. Sempre. Nem que seja para te escutar e nada dizer. Ou apenas para murmurar "Boa noite.", ouvir a tua voz e saber o que te vai na alma. Já nos escondemos de olhares conhecidos, fugimos e esperámos o possível, quando havia mais alguém do que as paredes. Errei no teu olhar, sem nada poder dizer. Desejei-te e neguei-o até conseguir. Até te experimentar demasiado perto e entranhado no meu espírito. Não havia pressa.Já chorámos debaixo de uma Lua que anunciava uma despedida. E os nossos corpos, porém, fundiam-se em abraços que nos aproximavam cada vez mais.Parti e continuei a sentir-te por perto. Porque me querias só para ti, num acto de egoísmo que me tranquilizava e assustava ao mesmo tempo.As lágrimas não me deixavam mentir, as lágrimas que me mostravam a alma, não deixaram nunca de cair, sempre que a realidade era mais forte do que a emoção. De te ouvir, sonhar, pensar, querer. Sentia-te, entre as paredes, como numa fábula em que queria viver. Fechava os olhos e deixava-me estar ali, contigo dentro de mim, guardando aquela memória como se pudesse ser eterna. E num abrir e fechar de olhos mais te descobria, em momentos mágicos como efémeros. Abraçava-te sem fôlego e beijava-te num abrir e fechar de olhos, para que pudesse acreditar. E foi num abrir e fechar de olhos, num abraço, que me dei conta do que mais sentia. Ensinaste-me e fizeste-me sentir o que mais nos atormenta, o que mais medo nos faz ter, por medo de perder um dia. Levaste-me ao céu e por lá fiquei a pensar em ti. Murmurava o teu nome no meu silêncio e os meus sentidos despertavam. Chegaste aonde ninguém tinha chegado ainda. No meu espírito, na minha alma, no meu coração. Pela primeira vez, acreditei nas histórias do destino e fábulas infantis em que existe um príncipe que encaixa em nós como um vestido feito por medida.Provei a mim própria que tudo isto podia existir e que, na vida, por vezes, perdemos oportunidades de sermos felizes, com medo de arriscar, com medo de sofrer, com medo de sermos julgados.Ensinaste-me tudo isto, deste-me tudo o que podias, até ao dia em que quase tudo me levaste. Levaste-me ao céu, sim, mas deixaste-me lá ficar. E agora olha bem para mim. Vá, demora-te um pouco, eu finjo não te ver, se preferires. Mas olha. E vê. Repara como te estendi a mão, como te sorrio. Como sou franca e forte e alta. Vês? Consegues sentir no ar o cheiro da minha força, que não se intimida mais com o teu silêncio? E ouves? O som dos meus passos confiantes e decididos? Parece que não, que guardas de mim apenas o retrato frágil e descolorado que te dei há uns meses. Apenas o sorriso de te ter a meu lado. Ainda me dás sorrisos, para achares esse retrato mais verdadeiro que estas palavras? Sabes que tenho muitos defeitos. Um deles será sempre o de ter a última palavra para contigo. Venço-te assim, na pureza da minha mão que te estendo e rejeitas num silêncio desmedido. Estás contente? É que eu vou estar. Acredita, se fores capaz. Por isso, se calhar era mesmo melhor olhares para mim. Vamos olhar muitas vezes para os olhos um do outro, só nós os dois sabemos o que existe de verdade. Eu não preciso de ti. E obviamente, tu não precisas de mim. Mas olha, vê, repara e convence-te. Por favor olha para mim a já não precisar de ti. O teu olhar e o teu sorriso têm algo de especial, sim. Mas não mos mostres se não forem sinceros. Porque esse sorriso ficou captado no tempo, para sempre, de quando fomos genuinamente felizes. E isso, já ninguém nos tira. Afinal nem e assim tão mau. Este pensamento reconforta, e por uns momentos voltamos a sorrir, como se ainda fossemos tão felizes como antes. E assim, apenas com um sorriso, aprendemos a ser felizes de novo, a nascer outra vez para essa felicidade. Aquela que, no fundo, esteve sempre ali. E no entanto, antes das palavras gastas, tenho a certeza de que todas as coisas estremeciam só de murmurar o teu nome no silêncio do meu coração.Mas lembrei-me que já não me lembro de ti, ou faço por isso. Não chorei. Como louca, até sorri. "

[Rita Matos, in Amar Demais]

domingo, 18 de setembro de 2011

Gracias!


Como novo! :D
Obrigada!
;)
Ja' tinha saudades de ver todo o ecrã! ;) Ja' quase não me lembrava! :p
Obrigada aos que montaram e aos que cederam o telemóvel...e também aos que ajudaram com o vídeo!! ;)


sábado, 17 de setembro de 2011

Apostas...

Apostei como se tivesse apostado num euromilhões... em que preenchi todas as colunas! Não entendi ainda porque o faço sempre, todas as vezes... Depois se não ganho as apostas, quem fica 'pobre' sou eu! Desta vez fiz diferente, tentei 'a sociedade... Eu apostei mais colunas que o meu sócio, como sempre. Ele não sabe se havera' de continuar a apostar na sociedade que criamos?!! Eu teimosa, claro, digo que sim! Vamos ver que números vão sair... Ontem não correu nada mal... ;)


''Tu ainda 'es pior que eu!!'' eh eh eh...
Assustei-me (quase)!!! ;)

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Nada sei!!?


Ja' não sei nada... :s
..e detesto estar assim!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Mergulhei...


'I've found out a reason for me
To change who I used to be
A reason to start over new...'

Fui de cabeça... como sempre! Aah doidona!!! ;)
Veremos!


Did i say!?

Stay with me...
Let's just breathe...

Did I say that I need you?
Did I say that I want you?
Oh, if I didn't I'm a fool you see
No one knows this more than me...

Stay with me
You're all I see...

G.


quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Quando!?

Para quando?! Ja' estou a falhar 'a promessa que fiz... Aliás, ainda não estou, mas o resto do ano passa rápido (como passou ate' agora)... e eu ja' não vou este ano! :(
Pro ano, talvez...!? Tem de ser! Prometi e detesto falhar 'as minhas promessas! Rrrrssss


Bom!

"O homem tem preguiça, em geral, de pensar todo o pensável e contenta-se com fragmentos de ideias, recusa-se a uma coerência absoluta. Não leva até ao fim o esforço de entender. E, exactamente porque não o faz, toma, em relação à sua capacidade de inteligência, uma absurda posição de orgulho. Compara o pouco que entendeu com o menos que outros entenderam, jamais com o muito que os mais raros puderam perceber."

[ Agostinho da Silva]

So' porque achei piada ao texto do Sr.!

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Chegarei la'...


Sem ambição, nada se começa. Sem esforço, nada se completa.
Tou a tentar!
Quero mais e' ir... :) De novo, quero ir!

Curriculos e mais curriculos...


Farta de falta de respostas! :|

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

So it goes... ;)

É um quase tudo mas ainda não é nada, porque não houve tempo. Só é preciso não ter pressa, deixar passar o tempo devagarinho e fazer figas para dar certo. E eu adoro fazer figas. :)

...Mas paciência para esperas também não e' o meu forte, mas..


'I know who I want to take me home...' (:

So it goes… ;)